Sword Art Online Alicization Underworld em Português – Uniting Capítulo 13 – Parte 5.1

Arco: Sword Art Online Alicization Underword – Uniting

Capítulo 13

Sword Art Online Alicization Underworld - CardinalParte 5

Finalmente Eugeo entendeu qual era a sua missão.

Eugeo… o que você está pensando?

Meu melhor amigo, o exímio espadachim do Estilo Aincrad, olhou-me diretamente nos olhos por um momento e sorriu assentindo com a cabeça. Após, retornou seu olhar para Cardinal e disse:

“Cardinal, com o poder que lhe resta, por favor, transforme meu corpo em uma espada… igual àquela criatura.”

Pega de surpresa pelas inesperadas palavras, sua consciência retornou…

Os olhos de Cardinal, que já tinham perdido quase que todo seu brilho, se abriram novamente.

“Eugeo… você…”

“Se fugirmos agora…. a Administrator transformará a metade de todos os seres humanos desse mundo em monstruosidades. Definitivamente não podemos permitir isso. Temos que nos agarrar a qualquer fio de esperança para evitar essa tragédia e interromper essa técnica…”

Ao mostrar um sorriso sincero, como se dissesse que entendia o que tudo aquilo implicaria, Eugeo segurou o que restava da mão esquerda se desfazendo de Cardinal entre as suas e sussurrou:

System Call… Remove Core Protection.

Eu nunca havia escutado essa técnica.

As pálpebras de Eugeo se fecharam suavemente logo após dizer aquele curto comando.

Complexos padrões semelhantes a circuitos elétricos surgiram em sua testa com linhas luminosas na cor violeta. Elas se estendiam desde suas bochechas, se espalhando pelo pescoço, ombros, braços e pontas dos dedos.

Os circuitos brilhantes vazavam um pouco para fora, inclusive passando por cima da mão carbonizada de Cardinal.

“-Remove core protection…

A julgar pelo significado dessas palavras, Eugeo deve ter cedido a Cardinal a permissão de modificações sem restrições de seu próprio Fluctlight. Eu não entendia ao certo o que iria acontecer com Eugeo com tamanha determinação, apenas podia cogitar por conhecer um pouco da língua inglesa.

A pequena sábia recebeu esse comando à beira da morte, porém, abriu seus olhos o máximo que pode enquanto seus lábios tremiam compulsivamente.

Seus agonizantes pensamentos ganharam forma ao serem passados para nós diretamente em nossas mentes através do contato que estávamos fazendo.

Está certo disso… Eugeo? Não tenho garantias de que… possa voltar ao normal…”

Com os circuitos luminosos piscando em sua testa, Eugeo balançou lentamente a cabeça em afirmativo enquanto seus olhos se mantinham fechados.

“Está tudo bem! Essa é minha tarefa… a razão pela qual estou aqui nesse momento. Só tenho algo a dizer antes disso. Para você, Cardinal… e para vocês dois, Kirito e Alice. Armas de metal não podem tocar a Alto Ministro. Esse foi o motivo pelo qual não consegui apunhalar a adaga conforme você me disse para fazer.”

“…!”

Alice e eu quase perdemos o ar ao ouvir os sussurros de Eugeo.

Entretanto, Cardinal simplesmente piscou, assentindo sem demonstrar surpresa ou quem sabe, não tinha mais energia para fazê-lo.

Com outro leve movimento de sua cabeça, Eugeo prosseguiu com suas palavras.

“Bem… então… por favor, faça antes que a Administrator se dê conta.”

“Não, Eugeo, não faça isso!”

Movi minha boca ressecada e empurrei para fora essas palavras.

“Quero dizer, se você não voltar ao normal… você vai… seu sonho vai…”

Se continuássemos batalhando e ganhássemos, havia a possibilidade de Eugeo nunca mais voltar a sua forma humana. O desejo que manteve eu seu peito… a esperança de salvar Alice e voltar para Rulid nunca estaria completo.

Somente duas pessoas nesse mundo podiam usar essa arte absurdamente avançada, capaz de transmutar carne e sangue humanos em armas, a Administrator e Cardinal.

Uma era nossa inimiga e a outra estava desaparecendo. Em outras palavras, mesmo ganhando, não haverá ninguém que possa transformá-lo de volta.

Envolto em luz violeta, Eugeo olhou para o teto antes de assentir firmemente com a cabeça para mim e continuar a falar.

“Está tudo bem, Kirito. Tenho que fazer isso.”

“…!”

Não tinha mais palavras para refutar sua forte determinação. Vasculhei a mente, mas não havia nada lá para fazê-lo mudar de ideia.

Como alguém que ficou paralisado e permitiu que uma pessoa querida fosse destruída diante de si poderia fazer algo?

Desesperadamente, olhei para o lado procurando Alice.

A angústia e respeito estavam inundando o grande olho azul da mulher cavaleiro. Alice baixou a cabeça no instante seguinte. Um movimento totalmente diferente do ataque que havia disparado no até então criminoso que encontrou no pátio da academia há tão somente dois dias atrás.

Cardinal concordou levemente enquanto seus olhos ainda estavam abertos e apoiando-se em meu peito e braços. O sangue escorria de meus lábios conforme apertava os dentes silenciosamente com todas as minhas forças.

“Está certo, Eugeo… oferecerei a você a última arte da minha vida… em homenagem e admiração… por essa sua enorme determinação.”

A voz de Cardinal ressoou forte em minha mente, havia recuperado sua força por esses breves momentos, como uma vela que queima ao máximo momentos antes de apagar.

Nisso, um brilho também violeta surgiu em seus olhos castanhos.

Os circuitos de luz que conectavam Eugeo e Cardinal através do toque das mãos brilhavam com mais intensidade. O resplendor percorreu todo o corpo de meu amigo em um instante, desfazendo as linhas e formando um enorme pilar de luz que ia até o teto.

“O quê…!?”

A voz pertencia a Administrator que parecia acordar de sua inebriante intoxicação pela vitória certa no outro lado da sala. A governante gritou de raiva, desvanecendo completamente a expressão de conquista de seu rosto e inflamando seus olhos com ira.

“O que acha que está fazendo depois que já tinha escapado da morte!?”

A lâmina em sua mão apontou diretamente para nós. Faíscas brancas começaram a girar em torno de sua espada.

“Não permitirei que faça nada!!”

A Integrity Knight Alice gritou em resposta.

A lâmina da Fragrant Olive Sword que já deveria ter chegado ao limite de sua vida, cortou energicamente e girou no ar como um chicote, formando uma única linha dourada. Uma explosão perfurante rugiu ao mesmo tempo em que o gigantesco raio de luz disparou seu intenso clarão.

As duas pontas em forma de raio, branca e dourada, dos ataques se chocaram. A torrente de energia em enfrentamento ficou pouco tempo em equilíbrio, pendendo em direção à Alice.

Porém, antes disso, Alice havia disparado outra linha para trás de si, cravando-se no chão no extremo sul da sala, conectando com a da frente.

Incapaz de escapar do improvisado fio-terra, toda a imensa energia do golpe da Administrator percorreu o cabo que Alice tinha feito e fluiu para a estrutura isolada da torre, se extinguindo com enormes estrondos e formando uma densa fumaça branca.

Alice apontou seu dedo indicador direito para a Administrator e declarou:

“Seus malditos raios não funcionarão comigo!”

“Muita coragem… para uma simples bonequinha que se acha grande guerreira!”

A governante esculpiu mais um sorriso cruel antes de levantar sua espada de prata para o alto.

“Então… que tal isso?”

O ar crepitou e incontáveis pontos vermelhos de luz surgiram sobre a lâmina. Com toda a certeza somavam mais de trinta. Supondo que aqueles eram todos elementos térmicos, então, aquilo outra vez demonstrava a superação do limite humano de vinte elementos controlados ao mesmo tempo.

O fato de que o Full Control Art da Fragrant Olive Sword fosse fraco contra os intangíveis ataques de fogo ficou evidente na batalha anterior contra Chudelkin. Entretanto, a mulher cavaleiro não mostrava nenhum sinal de retroceder, muito pelo contrário, deu um firme passo adiante com seu pé direito, fazendo um grande ruído com a sola de sua bota de metal.

Como que entendendo esse movimento de sua dona, as lâminas que formaram o cabo dourado de sua espada também se separaram com sons metálicos e se dispusera na forma de malha, uma espécie de rede a sua frente.

A luz violeta que envolvia Eugeo aumentou incrivelmente de intensidade enquanto o combate seguia.

Então, o corpo do garoto cambaleou, perdendo suas forças. Mas ao invés de cair, aconteceu o contrário, ele flutuou suavemente no ar.

As roupas desapareceram de seu corpo como se tivessem sido evaporadas enquanto ele flutuava com seus olhos fechados.

A coluna de luz se elevava de sua testa e encostou-se no teto da sala. Com isso, o cristal colocado na miniatura incrustado no olho da pequena ave, brilhou lindamente como se estivesse sendo chamado.

Os aproximadamente trinta cristais, fragmentos de memórias roubadas dos Integrity Knight, localizados na grande obra de arte no teto, começaram também a pulsar com o resplendor e foram descendo pela coluna de luz.

Esse cristal…

Aquele cristal poderia ser… não, era realmente o fragmento de recordações de Alice.

Eu havia suposto que as recordações roubadas de Alice durante o Synthesis Ritual podiam estar relacionadas com as lembranças de sua irmã, Selka. Porém, acabei vendo que aquilo não era verdade, senão a pequena Selka já teria sido raptada pela Igreja Axiom e transformada em uma espada nesses dois últimos anos.

Se não era Selka… quem poderia estar nas recordações armazenadas naquele cristal?

Sem conseguir uma resposta para essas dúvidas que rodopiavam em meu interior, o cristal com a forma prismática hexagonal, pontiagudo em seus extremos, silenciosamente desceu mais para perto. A Blue Rose Sword que estava no chão se levantou também e girou até se deter com a ponta diretamente no coração de Eugeo.

O corpo musculoso de meu amigo, a lâmina translúcida da Blue Rose e o cristal se alinharam.

Ao mesmo tempo, a Administrator moveu seu braço com a lâmina do florete fazendo um som agudo.

“Queimem todos vocês!!”

Os trinta elementos térmicos flutuando ao redor da sua arma se fundiram e se transformaram em uma enorme bola de fogo.

“Já disse que… não deixarei!!!!”

Respondendo com um grito trovejante, Alice girou sua mão direita para as chamas que se juntavam.

As pequenas lâminas em forma de cruz se alinharam no ar e se agruparam formando um escudo gigantesco. Ao inclinar seu corpo com o escudo, a mulher cavaleiro pisou no chão e enfrentou a bola de fogo.

Um estrondo.

E um breve silêncio.

A explosão seguinte sacudiu todo o espaço isolado. Um calor abrasador que massacrava a luz dourada espalhou-se por toda a sala com ondas de choque, queimando a maior parte do tapete, reduzindo-o a nada. Até mesmo a forma do gigante do Sword Golem que havia parado seus movimentos, tremeu violentamente enquanto a Administrator cobria seu rosto com o braço esquerdo no outro extremo da sala.

Eu só não fui arrastado junto para esse inferno graças à proteção do escudo de Alice. Tanto Cardinal, que permanecia em meus braços, quanto Eugeo que estava flutuando, também escaparam ilesos da explosão.

A espiral de chamas desapareceu em um segundo, como se nunca tivesse estado ali…

Alice caiu no centro da explosão com um baque surdo no chão. Pouco depois, a Fragrant Olive Sword voltou a sua forma original e parou alinhada ao lado de sua mestra perdendo totalmente suas forças.

A fumaça se elevava de diversos lugares carbonizados das vestes branca e azul da mulher cavaleiro. E assim como suas roupas, sua pele também apresentava queimaduras horriveis, principalmente em suas extremidades, evidenciando o quanto de sua Vida tinha sido arrancada.

A guerreira estava completamente abatida, porém, os valiosos segundos que havia ganhado não tinham sido de forma alguma em vão, pois a técnica final de Cardinal havia se completado naquele instante.

Envolto pela coluna de luz violeta, o corpo de Eugeo perdeu toda sua solidez, tornando-se totalmente transparente. A Blue Rose Sword, indo em direção ao centro de seu peito, estava passando pelo mesmo processo enquanto se unia para se tornarem uma coisa só.

Então, nesse instante houve outro clarão intenso.

O corpo de Eugeo de desfez em incontáveis fios de luz emaranhando-se uns sobre os outros, se mesclando a sua amada lâmina enquanto eu olhava estupefato.

O que estava ali não era mais um corpo humano.

O que se via era uma enorme espada com a lâmina reluzente em branco e azul com sua guarda cruzada.

O tamanho do fio era tão grande quanto o corpo de Eugeo. As maravilhosas linhas de seu contorno tinham um acabamento impecável, convergindo em uma ponta extremamente afiada. Também havia o prisma flutuante do cristal que havia descido e que se fundiu na ranhura no meio da guarda com um suave clique.

O que ainda restava do braço esquerdo queimado de Cardinal perdeu as forças e caiu ao chão.

Os lábios da pequena sábia tremeram ligeiramente e suas últimas palavras foram proferidas como uma suave brisa.

Release… recollection!

KIIIIIIINNNNNNN!!!

O prisma hexagonal pontiagudo em ambos os extremos, o fragmento de memória de Alice, resplandeceu fazendo um som totalmente límpido. O amálgama entre espada e Eugeo também reagiu a esse som se elevando cada vez mais.

A enorme espada começava a se comportar de maneira independente, seguindo a mesma mecânica do Sword Golem. Em outras palavras, era uma espada forjada a partir da carne humana, juntamente com o fragmento de seu dono e os sentimentos que ambos tinham em comum, o poder do amor.

Entretanto, o Sword Golem tinha um componente que faltava na nova existência de Eugeo…

O prisma retangular de cor violeta que a Administrator havia cravado no ‘coração’ de seu gigante de espadas.

Um Piety Module.

Exatamente o objeto que perverteu o amor que deveria alimentar o golem, em um sentimento de pura agonia e sede de sangue, transformando-o em um arauto do massacre.

“Maldita seja, Lyceris…fazendo-me desviar tanto de meu caminho…!!!”

Virando o rosto como se quisesse evitar olhar para o resplendor que saia da espada gigante, a Administrator gritou:

“Pode até tentar imitar a técnica… porém, uma única espada jamais poderá enfrentar a minha arma definitiva de destruição! Veja com o eu a parto ao meio com somente um ataque!!!”

A Administrator ordenou seu guerreiro com um leve gesto da mão esquerda e os olhos do Sword Golem, que estavam inertes até o momento, brilharam mais uma vez.

A gigantesca figura recomeçou seu avanço vigoroso, emitindo horríveis e ensurdecedores sons metálicos de suas juntas como gritos torturantes.

A espada transmutada a partir de Eugeo girou o fio horizontalmente sem nenhum som e moveu sua ponta em linha reta até onde estava o gigante, há aproximadamente cinco metros de altura.

Sua lâmina branca intensificou sua luminosidade ainda mais enquanto partículas brilhantes difusas giravam em seu redor.

“…Magnífico…”

Cardinal deixou seus exauridos pensamentos fluírem para dentro de mim enquanto mantinha contato com meus braços e peito.

“O amor… humano. A luz de sua vontade… é mara… vilho… sa…!”

“Sim… sem dúvida.”

Uma vez mais as lágrimas caíram de meus olhos enquanto murmurava em resposta.

“Kirito… deixo o resto com você…! Proteja esse… mundo e… sua gente… por favor…!”

Ao mover seu rosto sem nenhum vestígio de força, Cardinal me olhou fixamente com um sorriso amável e esperança em seus olhos.

Ao confirmar meus sentimentos sem que eu tivesse dito uma só palavra, a maior sábia desse mundo, essa jovem garotinha, lentamente fechou seus olhos e deixou escapar um último suspiro para nunca mais respirar novamente.

O pouco peso que sentia em meus braços rapidamente se desvaneceu conforme soluçava.

Em minha visão borrada, consegui visualizar a grande espada que havia herdado a vontade de Cardinal como se fosse um anjo alado batendo suas grandes asas se elevando rapidamente em direção a um inimigo terrível.

Fora ao encontro do soldado gigante que estendia suas duas mãos feitas de lâminas, traçando um pseudo rosto envolto em uma aura insana de morte, como tivesse se convertido na própria encarnação do mal.

Se for olhar unicamente em termos de valores de prioridade, a enorme espada formada exclusivamente de Eugeo e a Blue Rose Sword, possivelmente não podia igualar-se ao golem criado a partir de trezentos seres humanos.

Ainda assim, ele continuava acelerando, atacando as junções entre as lâminas, esperando uma brecha.

Tentaria o centro do torso do golem, procurando um ponto fraco entre a coluna vertebral em meio ao cruzamento das três grandes espadas. Visando sem parar a luz violeta que vazava dos buracos entre as espadas… o Piety Module.

Dourado e branco puro se chocavam sem parar. Faíscas negras e claras dançavam no ar e se intensificavam ou se anulavam.

Um turbilhão de sons metálicos que lembrava muito os rugidos bestiais tomou conta do lugar, mantendo esse combate inimaginável por breves instantes até que as lâminas que formavam os dois braços do golem e a caixa torácica se fecharam em um som contundente.

Porém, em frações de segundos antes, a espada branca se enterrou profundamente através do espaço aberto na coluna do golem.

Um ruído agudo alcançou um nível altíssimo, fazendo meus ouvidos quase sangrarem. A luz violeta explodiu pela coluna do monstro feito de espadas em incontáveis fragmentos.

Um imenso clarão envolveu as trinta enormes espadas que estavam unidas até agora por aquela terrível força obscura, partindo do local onde a espada branca havia perfurado.

Parecia que o amor entre Eugeo e Alice estava enfim acalmando a tristeza de todos aqueles amantes separados pela tragédia.

A agonia dissonante que emergia do gigante pareceu nunca ter existido, pois em seu lugar um lindo tom sublime e harmonioso se espalhou pelo ar.

Momentos depois, todas as espadas que formavam a arma de destruição definitiva, que nos deixou as portas da morte, se separaram em voaram por todas as direções.

Giraram pelo local até irem flutuando para cima, traçando trinta parábolas que se apunhalaram simultaneamente ao redor da abóbada do teto com um ruído ensurdecedor.

A enorme arte foi arrancada e jogada para trás, deixando um buraco como se fosse uma tumba. Não havia erro que a espada que mais fez dano no teto tinha sido aquela que, quando no corpo do golem, fazia às vezes da perna esquerda, fora a mesma que atravessou meu corpo. Porém, dessa vez ela não estava mais emitindo uma aura assassina, era apenas metal comum.

Os cristais que moviam o golem, também perderam seus brilhos, diminuindo de intensidade até apagarem totalmente em silêncio. Não havia como saber o que tinha acontecido com suas consciências, mas pelo menos, era muito improvável que pudessem ser acessados novamente por um Full Control Art vindo da Administrator.

Enfim, a fonte de energia do gigante havia sido destruída.

A grande espada branca que desmantelou o Sword Golem com um esplêndido ataque preciso, ainda continuava flutuando horizontalmente no ar envolta em partículas brilhantes.

Os fragmentos de recordações de Alice brilharam no centro da espada. O conhecimento do que estava guardado em seu interior veio a mim como uma epifania repentina.

Os Integrity Knight somavam trinta e um. As espadas do Sword golem somavam trinta. E o fragmento de memória sem utilizar pertencia a Alice, a julgar pelo modo como se uniu ao corpo e espada de Eugeo.

Então porque a Administrator não criou uma espada que sintonizasse com as recordações de Alice?

As recordações dela… o amor selado dentro de suas memórias deve ter sido grande demais. A jovem Alice amou Eugeo, Selka, seus pais, cada uma das pessoas que viviam na aldeia de Rulid e todos que conviveram com ela até então. Eles eram de fato, pessoas queridas, pessoas que ela amou incondicionalmente, algo que superava o tempo e espaço.

Nem sequer a Alto Ministro podia transmutar algo assim. Portanto, não tinha como criar uma arma definitiva que pudesse vincular à Alice, tal era a magnitude de sua vontade, ou melhor, de seu amor.

E essa deve ter sido a verdadeira razão pela qual a espada trazida a vida por Alice e Eugeo brilhou tão magnificamente e conseguiu fazer esse milagre.

“Aah…! Você estava realmente certa, isso foi algo maravilhoso.”

Abracei mentalmente o corpo não mais existente de Cardinal e sussurrei para a alma da menina que já havia começado sua viagem para além de Underworld, exatamente como seria no mundo real.

Nenhuma voz respondeu, porém, pude sentir uma luminosidade bem fraca na pequena forma que estava antes em meus braços. A pureza variante da mesma luz milagrosa que havia sido liberada pela espada branca em seu máximo esplendor.

Essa era uma evidência irrefutável que Cardinal, ou a garotinha chamada Lyceris, foi um ser humano com emoções verdadeiras, com amor verdadeiro e não um programa de computador que ela por diversas vezes afirmava ser.

A leve sensação de calor que acompanhou a luminosidade abraçando meu corpo rapidamente sumiu, ficando apenas a lembrança de seu brilho branco puro.

Olhe por nós, Cardinal… vamos precisar…

 

 

TENSO, MUITO TENSO.

EUGEO.. (sim, lá vem outro trocadilho daqueles ¬_¬ …) MOSTROU FINALMENTE QUE É ESPADA E AINDA FEZ UMA BATALHAZINHA BACANA, NÃO ACHAM?

MAS… CARDINALZINHA DANDO O ÚLTIMO SUSPIRO FOI FODA, AINDA NÃO ME RECUPEREI T_T

ATENÇÃO: AINDA DISPONIBILIZANDO O LINK DO FILME, SÓ ME PASSE O E-MAIL DO GMAIL QUE ENVIAREI 🙂

Sword Art Online Alicization Underworld Uniting

Não deixem de curtir Fan Page Sword Art Online Alicization Underworld – Light novel em Português

Também estamos no Tumblr e no Pinterest

Música épica para batalhas épicas, tome aí 1 hora inteira

  • NinguemSama

    EU realmente quero o link passa ai pls :-;
    Ninguem.sama7@gmail.com ou Nicolas.omega7@gmail.com

  • Emanuel Rodrigues

    obrigado pelo capitulo li agora o desta semana e o especial da semana passada . Coitada da Cardinal eu esperava que ela fosse ter um papel a desempenhar mais para a frente mas pelo que parece já fez tudo o que precisava de fazer, só não precisava de ter morrido não é?T_T
    Obrigado pelo esforço em traduzir para português as novels de SAO espero que o projecto continue como esta até agora e outra vez muito obrigado pela tradução.

    • Agradeço o apoio, é muito importante saber que estão acompanhando e curtindo. O projeto continuará firme e forte enquanto eu puder garantir um bom trabalho.
      Pois é, mas a Cardinal deixou tudo em boas mãos.
      Forte abraço!

  • Cinthia

    Olá, estou acompanhando a pouco tempo, parabéns pelo excelente trabalho!!

    Tadinhaaaa da Cardinalzinhaaaaa T-T Kirito é muito molengaaa, precisa os outros se lasca pra ele se mexer. Essa Quinela é muito vaca –‘

    por favor me passa o link do filmeee *–*

    nell.chan03@gmail.com

    • Olá! Que bom que esteja gostando. Essa Quinella é realmente o cão.
      Enviei o link, pode verificar sua caixa de entrada.

  • Gustavo.Gentil

    por favor me passa o link

    gustavogentil44@gmail.com

  • Stephanie Santana

    Aqui está o meu gmail santanastephanie77@gmail.com Obrigada.

  • Mr. Sarrada

    Muito bom seu trabalho andre, otima traduçao, a historia fica melhor a cada dia, to tao viciado que li o arco alicization ate aqui em 3 dias. Ele vai ate qual volume?

    • Olá!
      Obrigado pelo apoio, que bom que esteja gostando.
      O Alicization vai até o volume 18, com um spin-off no volume 19

  • Bruno Villalobos

    Incrível que mesmo lendo as LN’s em inglês eu ainda gosto de a cada semana ler uma tradução. Está muito bem feita, só me deixa mais ansioso pra cada lançamento

  • Gin Wolfstein

    Por algum motivo eu ainda duvido que este tenha sido o fim da Cardinal…
    Obrigado pelo cap

    ginmonogatari@gmail.com

    • Desculpe a demora, mas enviei o link para o seu e-mail. 🙂

  • Por anos fiquei triste pela tradução ir lenta na época do GGO e parei, quando procurei recentemente vi que tava muito avançado e cheguei aqui. Já li tudo do 9 ao 14, muito obrigado pelo esforço e trabalho duro!

    Quanto a Alicization me impressionou muito o nível intelectual que o autor deu para a história e levou a um panorama mais amplo, não é agora só um garoto jogando jogos de imersão mortais, envolve problemas muito maiores e relevantes.
    Gostando muito!!

    • Pois é, umas das coisas que me incentivaram para começar a adaptar SAO para português foi justamente a demora e depois o abandono da obra.
      Por isso faço lançamentos semanais para não deixar ninguém na mão. Fica quase como se fosse aquele episódio de anime que você fica esperando uma semana para assistir 🙂
      E quanto ao Alicization, por ser um arco gigante, o autor realmente pode trabalhar melhor cada personagem de maneira única, expandindo realmente a visão do que é a história, que não é simplesmente como você falou, um garoto jogando jogos imersivos mortais.
      Tem o impacto psicológico e físico que cada ação que ele tomou ou pretende tomar levado em consideração, tornando uma leitura rica e interessante.
      Obrigado pelo apoio e espero que continue aqui até o fim conosco.
      forte abraço!

  • karina monteiro

    nem sei como agradecer pelo trabalho que esta tendo em traduzir e postar pra nós, esta maravilhoso, perfeito essas musicas também ajuda a imaginar a cena na minha cabeça enquanto estou lendo, esta muito emocionante, eu também gostaria de assistir o filme que vc esta tendo o trabalho de disponibilizar mas, esta com legenda em português, caso não esteja nem precisa mandar, pois não conseguiria apreciar totalmente, prefiro esperar ate algum fansub traduza pro portugues, agradeço desde ja por tudo, esperando pelos proximos capitulos anciosamente, meu email é: karina514263@gmail.com mais umas vez obrigada por tudo, fico aguardando o link do filme, arigato.